TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


Home Artigos Geral CASH DO JAGUARETÊ DOMINA, EM BOA MARCA, A VERSÃO POTROS DA TAÇA DE PRATA

CASH DO JAGUARETÊ DOMINA, EM BOA MARCA, A VERSÃO POTROS DA TAÇA DE PRATA

Pensionista de Mário André brincou de correr

no GP J.Adhemar de Almeida Prado (G.I)

Sábado, dia 5, no Hipódromo da Gávea, o excelente potro Cash do Jaguaretê (Macho, Castanho, 3 anos, do Rio Grande do Sul – Public Purse e Flower Fest por Crimson Tide), criado, no Haras Bagé do Sul, por seu proprietário, o Stud Jaguaretê, brilhou intensamente nos 1.600 metros (grama leve), do importante Grande Prêmio J.Adhemar de Almeida Prado (Grupo I – R$ 63.095,37 + valor “ADDED”, de R$ 37.215,76, ao dono do ganhador) – para machos de 3 anos, sendo a Versão Potros da Taça de Prata.

Muito bem comandado pelo ótimo Ilson Correa, o neto de Crimson Tide teve performance digna de craque. Mantido em segundo no início da competição, Cash do Jaguaretê, que encerrou as apostas na condição de favorito, ganhou terreno na reta de chegada para alcançar o primeiro título clássico de sua campanha, superando seus nove rivais por pouco mais de 6 corpos de vantagem. O eficiente Grand Cru (3.First American) garantiu o vice-campeonato, um pouco a frente de seu companheiro de farda, o não menos qualificado Fillmore (3.Wild Event). Sai da Frente (3.Soldier Of Fortune) ultrapassou o espelho em quarto, deixando Kingvic (3.Pioneering) no complemento do placar remunerado. A seguir, finalizaram: St.Tropez, John Galliano, Nadador Lô, Film A Colori e Bishop´s Quest.

Perfeitamente treinado, em São Paulo, pelo competente Mário André, o vencedor, Cash do Jaguaretê, ficou a pouco mais de 1 segundo do recorde do fenomenal Bal A Bali (2010.Put It Back) ao assinalar o bom tempo de 1m32s71s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

CASH DO JAGUARETÊ: Autoridade máxima na raia carioca!

Compartilhe

 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner