TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


Home Colunistas Hermes Martins (Diferença Mínima) DIFERENÇA MÍNIMA N° 636: EXCELENTE GARANHÃO CAPE TOWN (USA) EM DESTAQUE

DIFERENÇA MÍNIMA N° 636: EXCELENTE GARANHÃO CAPE TOWN (USA) EM DESTAQUE

EXCELENTE GARANHÃO

CAPE TOWN (USA) EM DESTAQUE

Dezembro chega e com ele começam as estréias de produtos da Geração nascida dois anos antes. Nos Programas Oficiais do Turfe nacional, surgem nomes de preciosos garanhões importados, estreantes na criação verde-amarela.

Aproveito a edição desta semana para destacar o excelente Cape Town (USA), que deverá ocupar as primeiras posições das Estatísticas brasileiras dos próximos anos.

FOTO: Karol Loureiro

CAPE TOWN (USA)

Nascido em 1995 na Overbrook Farm, no Estado americano do Kentucky, Cape Town (USA) vem de uma família nobre, pois é filho do múltiplo ganhador de Grupo I, Seeking The Gold (USA), na vencedora do Kentucky Oaks (G.I), Seaside Attraction (USA).

Boa parte de seus irmãos paternos são muito bem sucedidos, tais como o campeão da milionária Dubai World Cup (G.I), Dubai Millennium (GB); o Belmont Stakes winner (G.I), Jazil (USA); o garanhão Mutakddim (USA), entre outros. Além disso, um de seus irmãos maternos, Cape Canaveral (1996.USA.Mr.Prospector) – vencedor de prova de Grupo III nos Estados Unidos –, foi outro a se destacar como reprodutor.

Também podemos salientar que seu avô paterno é o lendário Mr.Prospector (USA), que dispensa maiores apresentações. Já seu avô materno é o não menos incrível Seattle Slew (USA), um dos poucos Tríplices Coroados da História do Turfe americano.

A campanha nas pistas de Cape Town (USA) começou ainda aos 2 anos. Nas doze vezes em que competiu – até o final de 1998 –, Cape Town (USA) cruzou o disco na frente em cinco oportunidades, tendo obtido ainda um segundo lugar e uma terceira colocação.

Sua principal conquista ocorreu no Flórida Derby 1998 (G.I), mas ele também brilhou no Brown & Williamson Ky Jockey Club Stakes (G.III) e no Holy Bull Stakes (G.III). Ao todo, Cape Town (USA) deu ao seu proprietário mais de US$ 795,8 mil em premiações.

Tão logo parou de atuar, Cape Town (USA) retornou ao Centro Criatório onde nasceu para servir na reprodução. Durante sua trajetória como garanhão nos Estados Unidos, ele deu origem a inúmeros produtos ganhadores – em distâncias curtas, médias e longas –, sendo que dezesseis deles tornaram-se campeões na esfera clássica.

Sua principal descendente, Bird Town (USA), campeã, entre outras provas, dos renomados Kentucky Oaks (G.I) e Acorn Stakes (G.I), recebeu até o Eclipse Award como melhor potranca americana de 2003.

No primeiro semestre de 2009, Cape Town (USA) foi adquirido pelo Stud Red Rafa, que o trouxe ao Brasil para cobrir éguas da qualidade de Dadeland (2001.Roi Normand), vencedora do Grande Prêmio OSAF (G.I); Bagpipe (2004.Yagli), vitoriosa em prova de Grupo III; Lancesca (1995.Nugget Point), campeã de Grupo II e mãe de Verdena (Fantastic Dancer), destaque em provas de Grupo II e III; Tontura (1997.Ken Graf), que conquistou um título de Grupo II e três de Grupo III; e Vicunha Girl (1999.Kenético), mãe do ganhador de Grupo II, Econash (Special Nash), entre outras.

FOTOS: Rodrigo Menezes – Stud Red Rafa

Potranca CAPE TOWN (USA) Geração 2012 com sua mãe,

a ganhadora de Grupo I, DADELAND (Roi Normand)

Potranca CAPE TOWN (USA) Geração 2011, filha de AIR SLEW (Rêve Doré)

Atualmente alojado no novo Haras de seu proprietário, localizado na cidade paulista de Mogi Guaçú, Cape Town (USA) já participou de quatro Temporadas de Monta em solo brasileiro e estará à disposição dos criadores para a Temporada de 2013.

Nem bem seus filhos verde-amarelos começaram a estrear e um deles já está na História... Chalk, resultado de seu cruzamento com Chaça (2002.Siphon), venceu, por pouco menos de 13 corpos, a terceira prova da programação de Domingo, 2 de Dezembro, no Hipódromo de Cidade Jardim. De quebra, o defensor do Stud Mandrake, criado pela Fazenda e Haras Calunga Agro Pecuária Ltda., baixou, em quase nove décimos de segundo, o recorde dos 800 metros gramados, que havia sido estabelecido no final de 2005. Fosse ele exigido a fundo, certamente teria percorrido a distância em menos de 43 segundos, o que é, no mínimo, espetacular. E ele promete muito mais...

Agora que você, Turfista brasileiro, conhece o passado e o presente de Cape Town (USA), certamente ficará atento a seus descendentes, pois estes certamente figurarão entre os líderes das próximas Gerações. O futuro de Cape Town (USA) tem tudo para ser glorioso...

FOTO: Karol Loureiro

CAPE TOWN (USA)

Uma boa sorte a todos e até a próxima semana!

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Compartilhe

Última atualização em Sex, 07 de Dezembro de 2012 15:30  

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Banner
Banner