TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


De ponta à ponta, descendente de Aerosol brilhou intensamente

na segunda maior prova do Turfe do Rio Grande do Sul

Sexta-feira, dia 11, em comemoração aos seus 113 anos de existência, alcançados em 7 de Setembro, o Hipódromo do Cristal foi o cenário da disputa do tradicional Grande Prêmio Protetora do Turfe 2020 (Listed Race – R$ 11.000,00) – destinado a produtos de 3 anos e mais idade –, inferior em importância, no Rio Grande do Sul, apenas ao Grande Prêmio Bento Gonçalves (G.II), programado para o mês de Novembro.

Quem levou a melhor nos 2.200 metros, em pista de areia pesada, desta relevante competição, foi o excelente fundista AEROMANI (Macho, Castanho, 5 anos, do Rio Grande do Sul – Aerosol e Glumani por Sulamani), que foi criado pelo Dr.Ulisses Lignon Carneiro em parceria com seu proprietário, o Sr.Agamenon Machado de Assis Berni.

Seguramente comandado pelo excelente Fernando Larroque, que veio de São Paulo para esta missão, o neto de Sulamani precisou de poucos metros após a partida para tomar conta do primeiro lugar, ditando o ritmo da competição. Praticamente sem ser importunado ao longo do percurso, AEROMANI seguiu para o disco com pouco menos de 3 corpos de vantagem sobre o tricampeão do Grande Prêmio Bento Gonçalves (G.II), Ilustre Senador (7.Agnes Gold), que, na sua primeira exibição de 2020, fez excelente reaparecimento. Algo afastado, em terceiro, finalizou o atropelador Olympic Iron (5.Discreet Cat). El Campeon (5.Public Purse) cruzou o disco em quarto, deixando Type Stripes (4.Molengão), no complemento do placar remunerado. A seguir, finalizaram: Namur, Hubli, Don Itá, Galã, Em Cima do Laço, Adriansassy e Hassan. Red Spirit, Chico Vento e Haja Coração não competiram.

Muito bem preparado pelo competente Elziar Santos – destaque do dia, com três triunfos clássicos –, o campeão, AEROMANI, assinalou o tempo de 2m28s3/10s.

FOTO: Hermes Martins – TURFE ON-LINE

AEROMANI: Demonstração de categoria, da partida à chegada!


 

Em violenta atropelada, por fora de todos, o qualificado velocista FARROUPILHA BOY (6.Drosselmeyer e Unbeliaveble Lady por Gilded Time), criado pelo Haras Anderson e pertencente ao Sr.Alberto J.Tiellet Miorim, levou a melhor na edição 2020 do Clássico Presidente Francisco Dall´Igna (R$ 5.500,00) – destinado a produtos de 3 anos e mais idade –, que aconteceu Sexta-feira, dia 11, no percurso de 1.000 metros, em pista de areia pesada, do Hipódromo do Cristal.

Habilmente controlado pelo excelente Claudinei Farias, o neto de Gilded Time, após adentrar a reta de chegada na última posição, “decolou” na hora da verdade para atingir seu objetivo em cima do disco. Esbanjando talento, FARROUPILHA BOY livrou meio corpo de vantagem sobre o valente Fort Red (6.Redattore), que sofreu incrível derrota. O também atropelador In Chief (4.Silent Times) chegou próximo no terceiro lugar. O participativo Henri Matisse (5.Discreet Cat) ultrapassou o espelho em quarto, deixando Solidaster (4.Forestry) no complemento do placar remunerado. A seguir, chegaram: Storm Machine, Olympic Julien, Payador do Sarandi e Tiger Of Joy. Jazz Man não competiu.

Apresentado, em exuberante estado atlético, pelo cuidadoso Elziar Santos, o ganhador, Farroupilha Boy, que brilhou na esfera clássica pela terceira vez, cravou o tempo de 1m02s9/10s.

FOTO: Bárbara F.Rodrigues – TURFE ON-LINE

FARROUPILHA BOY: Superioridade entre os velocistas


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner
Banner
ZooBIO.pt

Banner
Banner