TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


Neto de New Colony precisou suar

para confirmar seu amplo favoritismo

Uma das atrações da reunião de Domingo, 8 de Julho de 2018, no Jockey Club Brasileiro, ficou por conta do Grande Prêmio Dezesseis de Julho (Grupo II – R$ 40.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 15.151,53, ao dono do animal vencedor) – para produtos de 4 anos e mais idade –, na distância de 2.000 metros em pista de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea. Nele prevaleceu a categoria do franco favorito Olimpo (Macho, Castanho, 4 anos, do Paraná – Redattore e Op Colony por New Colony), de criação e propriedade do Haras São José da Serra.

Muito bem comandado pelo tetracampeão da Estatística carioca, Vagner Borges, o descendente de Redattore, quarto colocado no Grande Prêmio Brasil 2018 (G.I), realizado dia 10 de Junho, esteve desde a largada entre os ponteiros. No entanto, enganaram-se os que imaginaram ter sido fácil a terceira conquista nobre do neto de New Colony. Após muito lutar na reta de chegada, Olimpo atingiu o seu objetivo somente pouco antes do disco, quando conseguiu livrar uma cabeça de vantagem sobre o valente Guaruçá (4.Drosselmeyer), que perdeu uma corrida incrível. O qualificado Edotto (5.Wild Event), outro que correu muito, finalizou próximo na terceira posição. Devil Cat (5.Drosselmeyer) chegou em quarto, deixando o experiente e qualificado Céu de Brigadeiro (6.Out Of Control) no complemento do placar remunerado. Depois, terminaram: Englightened, El Zorro, See The Sky e Little Secret. Numba Juan não competiu.

O mestre Dulcino Guignoni (CT) apresentou o campeão, Olimpo, no ápice de sua forma física. Os cronômetros foram travados na marca de 2m03s08s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

OLIMPO precisou mostrar todo seu talento para obter novo triunfo clássico


 

Pensionista de Venâncio Nahid (CT) encantou os Turfistas

nos dois quilômetros gramados do Hipódromo da Gávea

No importante Grande Prêmio Onze de Julho 2018 (Grupo II – R$ 40.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 21.212,14, ao dono da vitoriosa) – para fêmeas de 4 anos e mais idade –, realizado Domingo, dia 8, no percurso de 2.000 metros, em pista de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea, ninguém conseguiu ser melhor que a talentosa corredora Ordinary Love (Fêmea, Castanha, 4 anos, do Rio Grande do Sul – Ay Caramba e Buy Me Love por Jules), de criação e propriedade do Haras Doce Vale.

Perfeitamente guiada pelo excelente Wesley S.Cardoso, a filha da excelente reprodutora Buy Me Love (2001.Jules) – mãe dos craques Kijoliamour (2010.Northern Afleet), MyCherieAmour (2012.Ay Caramba) e No Regrets (2013.Fluke) –, acompanhou o princípio da carreira no pelotão intermediário, aguardando o momento certo para evoluir.Impulsionada por seu piloto, Ordinary Love tomou conta do primeiro lugar quando restavam 200 metros para o espelho, cruzando-o com pouco mais de 2 corpos de vantagem sobre sua companheira de farda Nemvemquenãotem (5.Fluke), de destacada performance. Future Queen (4.Wild Event), outra que competiu bem, cruzou o disco no terceiro posto. A favorita Silence Is Gold (4.Agnes Gold) concluiu sua apresentação em quarto, com Per-Piacere (4.Plenty Of Kicks) na quinta posição. Logo após, chegaram: Tapera (ARG), Etrusca, Gyoza, Freeway Speed, Ever So Clever, Pateo do Batel, Karol King e Querida Niquita. Envolvida em acidente logo após adentrar a reta final, Feminine não completou o percurso.

A ganhadora, Ordinary Love, que brilhou na esfera clássica pela primeira vez, é carinhosamente preparada pelo ótimo Venâncio Nahid – também responsável pelo treinamento da vice-campeã, Nemvemquenãotem. Os cronômetros foram travados na marca de 2m02s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

Fêmeas não resistiram ao talento de ORDINARY LOVE


 

Neto de American Gipsy voltou a deixar sua marca entre os milheiros

Enfrentando novamente a grama leve, seu terreno preferido, o competente corredor gaúcho Knowledge (Macho, Castanho, 5 anos, do Rio Grande do Sul – Vettori e Nossa Gaúcha por American Gipsy), criado por seu proprietário, o Haras Nacional, sagrou-se campeão do Grande Prêmio Presidente Vargas 2018 (Grupo III – R$ 30.000,00 + valor “ADDED, de R$ 7.272,72, ao dono do animal vencedor) – para animais de 3 anos e mais idade –, disputado Domingo, dia 8, na milha, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea.

Precisamente comandado pelo ótimo Muriel S.Machado, o filho de Vettori, que esteve entre os ponteiros desde a partida, assegurou sua terceira conquista clássica na metade da reta final, superando os seus cinco rivais por pouco menos de 1 corpo de vantagem. O atropelador Tiepollo (4.Kapo Di Tutti), de desempenho empolgante, ficou com o vice-campeonato. O veloz Tiro Ao Alvo (4.Roderic O´Connor), esmorecendo levemente na hora da verdade, cruzou o disco no terceiro posto. Kaxinguelê (5.Good Reward) concluiu sua exibição em quarto, deixando o potro Ghoul (3.Put It Back) no complemento do placar remunerado. Estrangeiro encerrou o lote, em sexto.

O ganhador, Knowledge, muito bem treinado pelo cuidadoso Daniel Lopes (CT), marcou o tempo de 1m34s35s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

KNOWLEDGE: Qualidade em abundância!


 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner
Banner
ZooBIO.pt

Banner
Banner