TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


Defensor do HARAS REGINA brilhou intensamente

no GP João Borges Filho 2017 (G.II)

Destinado a animais de 3 anos e mais idade, o Grande Prêmio João Borges Filho 2017 (Grupo II – R$ 40.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 15.151,53, ao dono do ganhador), principal páreo da semana no Turfe Nacional, foi realizado Domingo, dia 17, no percurso de 2.400 metros, em pista de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea.

Não poderia ter sido mais convincente a primeira conquista nobre da campanha do precioso fundista New In Town (Macho, Castanho, 4 anos, do Rio Grande do Sul – Fluke e Isadora Catapora por Know Heights), criado pelo Haras Doce Vale e pertencente ao HARAS REGINA. Contando com exemplar orientação do craque Ângelo Márcio de Souza, o neto do saudoso garanhão Know Heights acompanhou o início da carreira como gosta, no fundo do lote. Convidado por seu piloto na metade da reta final, New In Town passou em ritmo de cânter por seus oito oponentes, fugindo para o espelho com pouco menos de 3 corpos de vantagem sobre o excelente Céu de Brigadeiro (5.Out Of Control), de bela apresentação. O veloz Moreno (4.Roderic O´Connor) outro que correu uma enormidade, terminou no terceiro lugar. Olympic Gameboy (4.Adriano), companheiro de farda do campeão, ultrapassou o espelho em quarto, deixando o tordilho Energia Guest (6.Elmustanser) no complemento do placar remunerado. Depois, chegaram: Enólogo, Discreto Belo, Departure Time (prefere a areia) e Pérgola. Demon Master não competiu.

Muito bem treinado pelo talentoso Roberto Solanés (CT), o campeão, New In Town, que certamente será fortíssimo candidato ao sucesso nos próximos desafios de sua campanha, assinalou o tempo de 2m28s50s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

NEW IN TOWN: Uma conquista de encher os olhos!


 

SÃO PAULO. Adquirido em Leilão, na semana da corrida, pelo Stud Parente Sobral, o qualificado potro Peter-Pilotto (3.Rock Of Gibraltar e Pepsi Fly por Choctaw Ridge), de criação do Haras San Francesco, foi destaque na edição 2017 do Clássico Presidente Mário Ribeiro Nunes Galvão (Listed Race – R$ 9.000,00) – para animais de 3 anos –, disputado Sábado, dia 16, na distância de 2.000 metros, em raia de areia macia, do Hipódromo de Cidade Jardim.

Muito bem comandado pela campeã da Estatística da Temporada 2016/2017, Jeane Alves, o neto de Choctaw Ridge permaneceu em segundo durante o início da competição, na expectativa. Quando os competidores atingiram a seta dos 300 metros finais, Peter-Pilotto veio forte para conquistar o primeiro êxito nobre de sua campanha. Esbanjando categoria, o filho de Rock Of Gibraltar teve forças para livrar pouco mais de 1 corpo de vantagem sobre o insistente Leon Ferrari (3.Cape Town), que vendeu caro a derrota. O veloz Super Rei (3.Vettori), produzindo bem, finalizou no terceiro posto. Afastado, o tordilho Barishnikov (3.Watchmon) chegou em quarto, deixando Liberty Corner (3.Setembro Chove) no complemento do placar remunerado. A seguir, chegaram: Galbas e Strong Arm.

O brilhante Thiago Haidar apresentou o vitorioso, Peter-Pilotto, em excelentes condições físicas. Os cronômetros foram travados na marca de 2m04s5/10s.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

 

Apresentação impecável deu a PETER-PILOTTO o troféu

do Clássico Presidente Mário Ribeiro Nunes Galvão 2017 (L.)


 

SÃO PAULO. Irmã materna do craque Moryba (2010.Hard Buck), ganhador, entre outras provas, do Grande Prêmio Brasil 2010 (G.I), a preciosa fundista Aigua (3.Molengão e Valetza por Baronius), criada pelo Haras Fronteira Parceria Agro Pecuária e pertencente ao Haras Rio Pardo, fez bonito na edição 2017 do Clássico José e Luiz Vieira de Carvalho (Listed Race – R$ 9.000,00) – para fêmeas de 3 anos –, disputado Sábado, dia 16, no percurso de 2.000 metros, em pista de areia macia, do Hipódromo Paulistano.

Contando com qualificada orientação do aprendiz Robson Nunes – que brilhou na esfera clássica pela primeira vez –, a filha de Molengão ocupou a terceira posição durante o começo da disputa, aguardando o momento certo para evoluir. Impulsionada por Nunes, Aigua avançou com apetite nos 200 metros finais para alcançar seu primeiro êxito nobre, desbancando suas seis adversárias por pouco menos de 4 corpos de vantagem. A bela Revista de Birigui (3.Kará de Birigui) garantiu o vice-campeonato. Algo afastada, em terceiro, finalizou Céu-Sol-Sul (3.First American). Ressaca de Birigui (3.Kará de Birigui) ultrapassou o espelho em quarto, com Amor de Mãe (3.Desejado Thunder) no quinto posto. Paris-Plit e Zum Zum Zum terminaram em seguida.

O cuidadoso Ivan E.Jerônimo é quem responde pelo treinamento da vitoriosa, Aigua, que registrou a marca de 2m06s174s.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

Gaúcha AIGUA triunfou com autoridade!


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner