TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner


Home Espaço Veterinário DICAS DA DRA.CLÁUDIA LESCHONSKI - SANGRAMENTO PULMONAR POR EXERCÍCIO

DICAS DA DRA.CLÁUDIA LESCHONSKI - SANGRAMENTO PULMONAR POR EXERCÍCIO

DICAS DA DRA. CLÁUDIA LESCHONSKI

SANGRAMENTO PULMONAR POR EXERCÍCIO

O sangramento pulmonar por exercício acomete alguns cavalos quando submetidos a exercícios intensos, principalmente puro-sangue inglês e quarto de milha, em modalidades como corrida e pólo. Vale salientar que só um veterinário examinando o cavalo para dar um diagnóstico preciso do problema.

Não há uma causa claramente estabelecida para este problema, mas ele provavelmente é desencadeado por doenças pulmonares anteriores (tais como influenza ou garrotilho), e agravado por alergias respiratórias, bastante comuns nos equinos. Em geral, os sangramentos não são graves no sentido de constituir risco de vida para o animal, porém eles comprometem o desempenho esportivo, já que diminuem a eficiência respiratória. Com alguma frequência, estes cavalos acabam adquirindo a condição denominada “ORVA” – obstrução recorrente das vias aéreas, antigamente conhecida por enfisema pulmonar, que é uma perda de função progressiva do tecido pulmonar.

Não há tratamento específico para esta condição. A prática de utilizar diuréticos antes do esforço constitui doping.

Boas práticas de manejo costumam reduzir a gravidade dos episódios de hemorragia. Isto inclui reduzir os alérgenos do ambiente – tais como cama de cocheira, poeira de feno, pólen de plantas e até aditivos químicos das rações. (Tal como acontece em pessoas alérgicas, descobrir o fator exato que desencadeia uma alergia num cavalo pode ser complicado, e exigir exames específicos). Também um bom programa de condicionamento físico é essencial. O mesmo precisa incluir muito trabalho lento, a trote e passo, com sessões curtas e bem dosadas de treinamento de competição. Um exemplo é trabalho longo e lento quatro vezes por semana e no máximo dois dias de treinos intensivos na mesma semana. Em qualquer cavalo é muito prejudicial o hábito de deixá-lo “parado” a maior parte da semana, e treiná-lo sempre forte quando for trabalhar, mesmo que ele tenha ficado ocioso há vários dias. Cavalos muito pesados também podem apresentar a hemorragia com maior gravidade, já que têm que trabalhar com mais intensidade.

Em cavalos que apresentem hemorragias constantes e intensas, a melhor opção pode ser encaminhá-los para uma atividade de menor intensidade. Férias prolongadas (três a seis meses) solto a pasto (claro que recebendo alimentação e cuidados adequados) também podem produzir algum benefício.

Na linha de produtos VETNIL, o PULMONIL PÓ ou PULMONIL GEL são medicamentos que podem produzir boa diminuição da intensidade das hemorragias pulmonares. Como agente broncodilatador, o PULMONIL não cura a causa da hemorragia, porém melhora a atividade respiratória e com isso diminui o esforço feito pelos brônquios. O produto precisa ser ministrado durante duas a quatro semanas na dosagem de 20g (PULMONIL PÓ) ou 20 ml (PULMONIL GEL) duas vezes ao dia. O uso deste produto constitui doping e por isto não pode ser feito em provas oficiais, e é essencial que a terapia seja supervisionada por um médico veterinário. O bom manejo, conforme delineado acima, precisa ser contínuo para maximizar a eficiência do tratamento.

Gostaria ainda de convidá-los a conhecer a linha de suplementos JCR da VETNIL, com formulações modernas e reforçadas, desenvolvida especialmente para cavalos destinados a se tornarem atletas de alto desempenho. Para mais detalhes, visite o site www.linhajcr.com.br.

(Fonte: VETNIL)

Compartilhe

 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner