TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


Home Artigos Geral ÚNICO POTRO DA COMPETIÇÃO, RIBÉRY ATINGE O SUCESSO NO CLÁSSICO OSAF 2020 (L.)

ÚNICO POTRO DA COMPETIÇÃO, RIBÉRY ATINGE O SUCESSO NO CLÁSSICO OSAF 2020 (L.)

Para colocar um ponto final na reunião de Sexta-feira, 25 de Setembro, no Hipódromo da Gávea, tivemos a disputa do Clássico OSAF 2020 (Listed Race – R$ 12.000,00), destinado a animais de 3 anos e mais idade. Mais jovem entre os participantes da carreira, o atropelador RIBÉRY (3.Joe Owen e Viva Carina por Our Emblem) – criado por seu proprietário, o Haras Salamandra –, levou a melhor em final emocionante.

Contando com precisa orientação do qualificado Wilkley Xavier, o descendente de Joe Owen era o penúltimo colocado na entrada da reta final. Posicionado por fora de todos, RIBÉRY “voou baixo” nos momentos decisivos para tomar conta do primeiro lugar, livrando Pouco menos de 3 corpos de vantagem sobre a competente Raquel´s Story (4.Forestry), de elogiável performance. Bastante apostada, a insistente Madame Indy (4.Kodiak Kowboy) ultrapassou o espelho no terceiro posto. Sem conseguir confirmar seu favoritismo, o estreante e até então invicto na areia, Takashi (4.Pioneering), foi apenas o quarto, deixando Cantalona (4.Cisne Branco) na quinta posição. A seguir, chegaram: I Have A Dream, Flocos de Amor, Zaza Bela e Acerto Dodge. Manancial não foi apresentado.

Carinhosamente treinado pelo talentoso Leonardo J.Reis, o ganhador, RIBÉRY, que brilhou na esfera clássica pela primeira vez, completou a prova na marca de 1m13s12s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

RIBÉRY: Descendente de Joe Owen superou os mais velhos com estilo

Compartilhe

 

Publicidade

Banner
Banner
Banner

Banner
Banner